É HORA DE DESAPRENDER!

Para se reconectar com a intuição é preciso, muitas vezes, desconstruir os medos que bloqueiam nossos ouvidos mais sensíveis

Paula Abreu
Sempre que escrevo sobre seguir sua paixão, se conectar com a vibe correta do universo – que é de abundância – ou deixar que a sua intuição se torne seu Mestre, as pessoas me perguntam do que elas precisam, ou o que se deve fazer para isso. Elas acreditam (e talvez você já tenha acreditado também) que para se reconectar consigo mesmo é necessário comprar velas, incensos, ouvir música com sons de cachoeira e passarinhos. Ou, ainda, que precisam criar rituais complexos ou rotinas matinais complicadas.

A verdade é que é tudo muito mais simples do que isso. O que não quer dizer que seja fácil. Todo mundo pode se reconectar com a sua paixão, consigo mesmo, com a intuição e com o universo, sem exceção.

É errado acreditar que alguém tem que ser “escolhido”, sensitivo, ou ter algum dom especial para ouvir essa voz interna que indica o melhor caminho e ser capaz de segui-la. Somos todos feitos da mesma coisa e somos igualmente talentosos e especiais.

Nosso Eu Superior está o tempo todo conectado com a Fonte de onde viemos (que você pode preferir chamar de Deus ou, como na física quântica, de campo unificado – tanto faz). Sendo essa conexão a coisa mais natural do mundo, o primeiro passo para isso é a intenção.

Você precisa desejar aperfeiçoar essa conversa com a sua intuição. Depois, é preciso desaprender tudo o que o tem afastado dela. Remover medos, dúvidas ou tensões que possivelmente estão bloqueando os seus olhos e ouvidos espirituais. Você pode fazer isso pegando papel e caneta e se perguntando: “Que medos, dúvidas ou tensões estão me causando sofrimento ou me estressando neste momento?”. Faça a sua lista.

O medo se alimenta do desconhecido e, muitas vezes, só de você jogar luz sobre o que o apavora, ele já diminui ou mesmo desaparece. O próximo passo é intensificar essa comunicação e deixar as mensagens cada vez mais claras, fazendo pequenas mudanças sutis na casa e no estilo de vida.

A sua intuição está aonde quer que você vá, portanto não é uma questão de onde escolhe ouvi-la. Mas, do mesmo jeito que é mais difícil ouvir alguém o chamando em um lugar barulhento, também é complicado identificar a intuição em um ambiente assim. Quanto mais você conseguir purificar o seu espaço e a si mesmo, maior vai ser a sua conexão intuitiva. 

E, de novo, quando falo de purificar, não quero dizer que você precisa acender um incenso. Com relação ao seu ambiente, busque e elimine fontes de medo e insegurança, como mídias focadas em notícias negativas, ou brigas entre membros da família.

Música, perfume de flores, e cores que o inspiram também ajudam a elevar a sua vibe (e da sua casa). Por fim, a limpeza interna acontece quando se purifica a si mesmo, pensamentos, emoções e ações.

PAULA ABREU é coach e autora do livro Escolha Sua Vida (Sextante). Seu site é escolhasuavida.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s