QUAL O TEMPO DA SEMENTE?

Em um mundo VUCA, onde a a pressa e as urgências dão o tom, passamos a atropelar nossos processos de maturação e aprimoramento, ignorando o fato de que os resultados que tanto almejamos não poderão prescindir de tempo e investimento. Dia após dia será preciso regar e proteger do vento a semente, para que após atravessar seu processo de amadurecimento se transforme em flor.

Como acontece na natureza, assim também o processo de aquisição de novas habilidades e competências demanda tempo e investimento. Não é possível construir novas realidades se não nos dispusermos a investir esforços e esperar o tempo para que tal aconteça. Nesse sentido, para novas ideias encontrem seu espaço, é preciso resistir, aguardar e persistir acreditando até que se concretize.

Existe uma lógica em tudo isso. Nossas velhas certezas precisam se tempo para que novos paradigmas surjam. O tempo de espera é aquele em que despertamos para os detalhes e criamos uma nova visão do todo. É o tempo de entendermos que o dinamismo da vida torna ultrapassadas nossas crenças e é preciso construir novas estratégias.

É preciso resistir à pressa. Resistir à urgência. Resistir à incredulidade. Nossas sementes germinarão no tempo delas e serão incríveis para quem compreender a razão do espaço entre a semente e a flor.